Coronavírus: Prefeitura anuncia primeiro óbito no município.

O anúncio foi feito em Live via Facebook, pelo Prefeito Municipal e equipe técnica do Departamento de Saúde do município.

  

   

Cuidado!!!

  

  

  

CMIC, 15/04/20 - Através de uma Live, realizada ontem (14/04), na página oficial do município (Cidade de Ilha Comprida) no Facebook, o prefeito Geraldino Júnior, a Diretora do Departamento Municipal de Saúde, Vanessa Cristina, e o médico, Dr. Saulo Mendes, anunciaram o primeiro óbito por Coronavírus na Ilha Comprida: uma senhora de 74 anos que deu entrada no Pronto Atendimento da Ilha no dia 08/04 com quadro de dor abdominal e infecção generalizada que evoluíram, no dia 09/04, para quadro grave de insuficiência respiratória. Ela faleceu no dia 09/04 no Hospital Regional, em Pariquera-Açu.

Os exames que comprovaram a morte por Coronavírus chegaram ao município hoje 14/04. Sem velório, o enterro aconteceu no Cemitério da Vila Nova, na Ilha Comprida, de acordo com protocolo de segurança do Covid-19. Com o óbito confirmado hoje, a Ilha Comprida passa a contabilizar 15 casos confirmados de Coronavírus (dos quais esse óbito) , 25 suspeitos e 28 descartados.

  


  

O prefeito Geraldino Júnior afirmou que o momento é de isolamento social, colaboração da sociedade e maior rigor junto aos funcionários públicos. 

“O profissional de serviço essencial que for trabalhar sem máscara, responderá por infração disciplinar”.
(Pref. Geraldino Jr.)

Pediu ainda a todos que colaborem para conter a disseminação do vírus no município com o afastamento social, o uso de máscaras ( se sair for imprescindível), a higienização em casa e denúncias de desrespeito às normas de isolamento pelo aplicativo eOuve, que pode ser baixado nos celulares.

A diretora do Departamento de Saúde, Vanessa Cristina, destacou que todos os profissionais de saúde contam com equipamentos de proteção individual. Segundo a ela, nesse momento, é imprescindível que a população contribua com a área de Saúde e fique em casa para ajudar a conter a disseminação do vírus na cidade.

O médico, Dr. Saulo Mendes, afirmou que mais da metade dos casos confirmados não tem sintomas e todos estão em isolamento domiciliar, passam bem, e estão sendo monitorados diariamente pelos profissionais de saúde.

      

Fundo Social de Solidariedade confecciona máscaras para doação à população

     

A presidente do Fundo Social de Solidariedade (FSS), Juliana Peitl, afirmou que a entidade confecciona e doa máscaras à população, num trabalho que conta com auxílio de voluntários.

O FSS fica na Av. São Paulo, 125, no balneário Adriana, e atende das 8 às 12 h e das 13h30 às 17h.

São doadas duas máscaras à cada pessoa, mas também podem ser solicitadas máscaras para famílias, vizinhos e amigos, quando uma só pessoa pode buscá-las.

Segundo Juliana, além do material (tecido e elástico), o FSS também disponibiliza vídeo que ensina a confeccionar o material para quem quiser contribuir com a campanha.

Mais informações pelo telefone do FSS (13) 3842-2007.

Importante destacar que o uso de máscaras não substitui as medidas de higiene e nem reduz o isolamento social. A pessoa deve usar máscara apenas quando sair de casa e em caso de extrema necessidade. A orientação prevalece: fique em casa.

   

Fundo Social de Solidariedade

        

  

(Fonte: PMIC - adaptado)